10 tendências de segurança cibernética para 2021/2022: últimas previsões que você deve saber

Por: Adentro | 22-04-2021

Novidades como a maior adesão das empresas ao trabalho remoto e a Lei Geral de Proteção de Dados fazem das tendências de segurança para 2021 realidades difíceis de ignorar.

Quer saber quais são elas? Então, não deixe de conferir a lista que preparamos nesse artigo. Acompanhe!

 

Tendências de segurança para 2021 #1: análise de vulnerabilidades

“De acordo com dados da empresa de segurança Fortinet, em 2019, o Brasil sofreu 15 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos em 3 meses. E esse número vem ficando maior a cada ano.”

Com as análises de vulnerabilidade as empresas podem identificar dos pontos fracos da segurança dos sistemas, o que permite a implementação de ferramentas adequadas à correção dessas falhas.

 

Tendências de segurança para 2021 #2: cibersegurança em cloud computing

O uso da tecnologia revolucionou as estratégias no mercado de trabalho. Como exemplo mais emblemático dessa revolução, temos a popularização da cloud computing no âmbito das empresas.

Daí a importância de as empresas investirem em um bom gerenciamento de cibersegurança aplicado a suas nuvens.

A utilização de ferramentas de criptografia de dados e a realização constante de backups devem ser práticas inerentes a uma boa gestão de cloud.

 

Tendências de segurança para 2021 #3: automação em cibersegurança

Outra tendência que não pode ser negligenciada pelas empresas em 2021 é a robotização da cibersegurança.

Nessa área tão sensível, a automação pode tornar o tempo de resposta a ameaças muito menor, o que torna os sistemas muito mais seguros.

Os bots protegem os sistemas ao propiciar uma maior quantidade de automatização de tarefas e análises mais acuradas, que podem identificar padrões de ameaças mesmo quando elas são mais sutis.

 

Tendências de segurança para 2021 #4: adequação à Lei Geral de Proteção de Dados

Em dezembro de 2020, entrou em vigor a nova Lei Geral de Proteção de Dados. Daí em diante, todas as empresas passaram a ser obrigadas a se adequar às exigências contidas nessa lei.

Para isso, as informações levantadas em análises de vulnerabilidades devem ser devidamente incluídas no Relatório de Impacto à Proteção de Dados Pessoais. Não se pode esquecer da implementação de tecnologias que ampliem a proteção de dados.

 

Tendências de segurança para 2021 #5: uso da A.I.

A partir do ano de 2021, a área da segurança cibernética deve ver um aumento considerável da aplicação da inteligência artificial.

Por exemplo, o machine learning torna possível que as máquinas aprendam a identificar novos padrões de comportamento malicioso, o que deve proporciona uma atualização dos sistemas frente a novas ameaças.

A inteligência artificial também pode ser usada com muito proveito em processos de classificação automática de dados.

 

Tendências de segurança para 2021 #6: investimento em tempo de resposta a ataques

A maior utilização de processos automatizados em cibersegurança segue de perto aa tendência das empresas em investir mais em tecnologia que reduzam o tempo de resposta a ciberataques.

Isso significa um novo foco, haja vista que o interesse em buscar soluções mais ágeis para invasões e ataques tem aumentado tanto quanto os investimentos na prevenção desses eventos.

 

Tendências de segurança para 2021 #7: sistemas de segurança

O investimento em sistemas de segurança completos pode reduzir pela metade os requisitos de recursos na área de TI e o tempo necessário para investigar dados e revisar logs.

As plataformas de segurança também propiciam uma redução no tempo de investigação e incidentes que indicam riscos, além de possibilitar o acesso remoto às máquinas afetados.

 

Tendências de segurança para 2021 #8: uso de tecnologias sem senha

O uso de senhas na administração de ativos digitais pode se tornar algo ultrapassado em breve.

Isso porque elas tendem a ser substituídas por outras tecnologias mais seguras e fáceis de gerenciar, como os certificados efêmeros e os sistemas biométricos.

 

Tendências de segurança para 2021 #9: mais segurança para consumidores

As novas tecnologias de segurança também são diferenciais para empresas que procuram dar mais confiança a seus clientes na hora da compra.

Por exemplo, o uso do pagamento autenticado atrai consumidores que desconfiam da segurança das transações online, além de poder ser utilizado por pessoas que não possuem cartões de crédito.

 

Tendências de segurança para 2021 #10: conscientização dos usuários

Por fim, de nada adianta implementar as ferramentas de cibersegurança mais avançados do mercado sem considerar a participação das pessoas que têm acesso aos sistemas.

Nesse sentido, campanhas de conscientização dos colaboradores, de maneira a enfatizar a importância do uso responsável dos dados. Por isso, as empresas têm investido mais em workshops para suas equipes.

 

Segurança cibernética: novas tecnologias como diferencial para empresas

Para concluir, devemos enfatizar a importância dessas novas tecnologias como diferenciais competitivos para as empresas, haja vista que facilitam e tornam mais eficiente o gerenciamento de dados críticos.

Ou seja, não é mais possível ignorar as tendências de segurança para 2021, haja vista que elas podem passar mais confiança para o consumidor e ajudar as empresas a evitar prejuízos advindos de ciberataques.

 

E você, o que acha de já começar a investir nas novas tendência de segurança cibernética e passar na frente de seus concorrentes? Comente!

Curtiu?
Compartilhe

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

AV. BAHIA, 1260, SÃO GERALDO, - PORTO ALEGRE - RS Política de privacidade © 2021 ADENTRO CLOUD - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.

Política de Privacidade