Adentro Datacenter Solutions

X

9 razões para migrar do On Premise para o Cloud

Aqui estão os 9 principais motivos para migrar do On Premise para o Cloud Computing .

 

migrar do On Premise para o Cloud Computing

On Premise

A infraestrutura local como também é conhecida e abreviado como “local” é instalado e executado em computadores nas instalações da pessoa ou organização que utiliza, em vez de em instalações remotas, como uma nuvem[1] .

A computação em nuvem fornece a plataforma para executar suas aplicações de um lugar para outro sem se preocupar muito com a infraestrutura. Como resultado, as organizações estão adotando cada vez mais a cultura do modelo de Serviço da computação em nuvem.

Razões comuns pelas quais as empresas migram do On Premise para o Cloud?

Uma organização precisa de várias aplicações para executar suas operações diárias e também de uma equipe e orçamento dedicados para projetar, desenvolver e manter as aplicações disponíveis, além de consumir muito tempo e dinheiro.

Para manter as aplicações on premise, você vai precisar de vários servidores para executar e sustentar a infraestrutura de TI. A expansão desses aplicativos novamente precisa de vários novos servidores físicos e membros da equipe para manter e monitora-los. Por exemplo para manter uma operação de TI minimamente resiliente a falhas você precisa de uma infraestrutura de data center com tolerância a falhas, ar condicionados, no-breaks, geradores, links de internet. Sem contar a infraestrutura lógica, licenças de software, backup, replicação entre outros.

Quando uma organização identifica que as aplicações ou infraestruturas iguais ou similares já estão disponíveis com menor custo, envolvimento e índice de indisponibilidade reduzido, como resultado, as organizações estão em transição para adotar estes modelos mais simplificados.

Os 10 motivos que levam uma organização a mudar para a nuvem.

Foco no seu core business

1.Time com foco no core business:

As equipes têm mais tempo para se concentrar em seus próprios negócios, produtos ou serviços, em vez de gastar a maior parte do tempo reprojetando a infraestrutura local conforme a necessidade.

2. Custo:

As organizações usam uma parte do custo do software em nuvem e isso lhes permite utilizar o dinheiro em melhorias de produtos e serviços. Assim, resultando em transações mais suaves. A grande vantagem do cloud computing é conseguir ter previsibilidade orçamentária. Por exemplo em sua infraestrutura on premise pode estar tudo em ordem e operando 100%, mas ao vender um novo produto ou projeto seja necessário elevar o investimento na aquisição de um novo servidor ou storage para suportar essa nova demanda. No cloud esse investimento é linear, você tem um custo pré definido de memória, disco e cpu por exemplo e terá um contrato resguardando que estes valores não vão oscilar em novas contratações.

3.Alcance Global:

As organizações têm a oportunidade de espalhar suas cargas de processamento além de seus limites geográficos e alcançar clientes globais.

4.Segurança:

O serviço em nuvem garantem maior segurança para proteger os dados e manter a confiança de seus clientes.O Cloud possibilita a aplicação de recursos avançados de segurança, como segurança aprimorada do data center, gerenciamento de senhas, recursos rigorosos da VPN e resolução de problemas. Implementação dos acordos de nível de serviço (SLAs) para dar a seus clientes a tranqüilidade de que seus dados estão seguros.

 5. Acesso de qualquer lugar:

O aplicativo na nuvem forneceu o benefício de acessar as aplicações de qualquer local. Às vezes, também pode suportar a versão móvel.

6. Escalabilidade:

As aplicações tem interrupção do serviços reduzidas, pois o provedor de nuvem cuida de sua disponibilidade, mantendo os recursos de dimensionamento e monitoramento. Portanto, isso garante que suas aplicações permaneçam disponível por muito mais tempo.

7.Atualizações:

Os softwares em nuvem podem receber atualizações e recursos adicionais com base na necessidade de cada negócio. Portanto, isso promoverá o software em nuvem a ser adotado com base nas aplicações desejadas. Essa característica se encaixa principalmente em sistemas de nuvem SaaS.
Aqui você pode ler a respeito dos modelos de computação em nuvem (IaaS, SaaS, PaaS)

8. Documentação:

O software em nuvem geralmente possui sua própria base de conhecimento. Isso explica a usabilidade adequada e mantém a melhor experiência do usuário. Como resultado, garante que os usuários finais encontrem um guia fácil de usar.

 

9. Economia de preço nos serviços:

Como as organizações estão buscando economizar dinheiro e tempo . Isso corresponderá aos usuários finais para aproveitar o serviço a um preço competitivo melhor. Portanto, em vez de pagar toda a capacidade e fazer altos investimentos na infraestrutura local. O Cloud computing permite que você pague apenas pela capacidade de processamento usada.

A computação em nuvem permite instalar o software na Internet e usá-lo em qualquer lugar do mundo. Assim, adotando os 9 motivos acima, as empresas podem entender os benefícios de mover dados do local para a nuvem com segurança. Então, quer mudar suas operações gradualmente para a nuvem e melhorar a eficiência? Clique para uma demonstração ao vivo.

Conheça 4 dicas de como escolher o parceiro cloud ideal para o seu negócio.

 

Adentro

Você deve conhecer a Adentro, pois essa empresa pode te ajudar a dimensionar e levar sua empresa para a nuvem. Quer saber mais a respeito? clique aqui e tire suas dúvidas em contato conosco. 

Temos diversos planos dimensionados conforme a necessidade da seu empresa.

Gostou desse artigo? Compartilhe-o!
Caso tenha dúvidas ou interesse em sugerir a elaboração de novos conteúdos específicos, comente logo abaixo.

deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


           Associado Abrahosting

Contatos

Métodos de pagamento

               Cartões de crédito