Adentro Datacenter Solutions

X

A Diferença Entre Disaster Recovery E Backup: Por Que Você Precisa Dos Dois

 

Vamos começar com algumas definições:

Disaster Recovery (DR): um modelo estratégico de planejamento de segurança que busca proteger uma empresa dos efeitos de desastres naturais ou induzidos por humanos, como um tornado ou ataque cibernético. Um plano de Disaster Recovery visa manter funções críticas antes, durante e após um evento de desastre, causando assim uma interrupção mínima na continuidade dos negócios. Um exemplo que vamos usar e que ajuda a esclarecer este conceito é de que o DR consegue processar as informações. Obviamente essa uma maneira simplificada demais para tratar sobre DR, mas vejamos mais detalhes no decorrer deste post.

Backup: a cópia dos dados em um formato secundário (ou seja, arquivo morto), que pode ser usado para restaurar o arquivo original no caso de um evento de desastre. A grosso modo uma definição para simplificar este entendimento e que gostamos de usar é de que o Backup não possuí processamento dos dados armazenados.

Como você pode ver, eles não são sinônimos. E você não pode ignorar nenhum dos dois. A Disaster Recovery e os backups de dados andam de mãos dadas para dar suporte à continuidade dos negócios. No entanto, reconhecer a diferença entre Disaster Recovery e backups é essencial para a construção de uma estratégia de negócios resiliente.

Bem agora que você já sabe o conceito de Disaster Recovery e backup vamos aos próximos tópicos.

 

Então, Vamos nos aprofundar um pouco mais nos backups

Os backups são cópias de arquivos essenciais que permitem uma restauração completa. Embora isso possa parecer simples, e seja teoricamente, o processo real pode ser bastante complicado. Primeiro, existem diferentes maneiras de gerenciar backups . De fato, 49% das empresas utilizam várias soluções de backup ao mesmo tempo ( 1 ). Quais são esses tipos diferentes de soluções de backup?

 

backup erro 500

  • Backup Completo
  • Backup incremental
  • Backup diferencial
  • Backup de espelho
  • Backup local
  • Backup externo
  • Backup on-line
  • Backup remoto
  • Backup em nuvem
  • Backup de FTP

 

Ufa! Apesar de inicialmente impressionante, o uso de vários tipos de backups pode ser extremamente valioso. Apenas certifique-se de saber onde cada aplicativo está armazenado.

Além dos diferentes tipos de backups, o processo pode variar. As ferramentas de replicação, como o VEEAM , automatizam uma solução de backup em várias nuvens. Toda solução de backup é medida em seus objetivos de ponto de recuperação (RPOs) e objetivos de tempo de recuperação (RTOs).

No final, porém, uma solução de backup só é útil se você entender a estratégia por trás dela. É aí que entra a disaster recovery.

Agora, vejamos a diferença entre os dois

A diferença entre Disaster Recovery e backups se resume a amplitude. Os backups referem-se às cópias ou clones reais de arquivos e dados. A disaster recovery (DR), por outro lado, abrange toda a estratégia para responder a um evento de desastre e colocar os backups em ação. O DR é o guarda-chuva sob o qual os backups residem. Você pode ter uma estratégia específica de backup de dados , mas responder a um desastre significa preparar-se para o pior cenário. Quem é responsável por colocar as aplicações, bancos de dados  e todos os sistemas operacionais novamente online? Como você deve gerenciar as relações com os clientes se houver uma violação de dados? A diferença entre Disaster Recovery e backup é sobre responder a esses tipos de perguntas.

Criar uma estratégia de Disaster Recovery significa determinar a prioridade da aplicação, alinhar sua política de backup à sua estratégia de disaster recovery, atribuir RTOs e RPOs e criar um protocolo de teste e verificação. Para saber mais sobre a estratégia de disaster recovery efetiva.

Compreender a diferença entre disaster recovery e backup se resume a entender a diferença entre uma solução (backup) e uma estratégia de (DR).

 

Por Que Você Precisa De Uma Estratégia De Solução De Backup

 

Para entender a diferença entre Disaster Recovery e backup , vamos detalhar o que são backups e como usá-los. Os backups servem para recuperar dados após uma perda, geralmente devido a exclusão ou corrupção. 70% das empresas experimentaram ou experimentarão perda de dados devido a exclusão, falha de disco ou sistema, vírus, incêndio ou algum outro desastre ( 2 ). Como mencionamos anteriormente, quase metade de todas as empresas usam mais de uma forma de solução de backup. Isso faz sentido. Você deve fazer backup das aplicações de dados críticos mais completas e frequentemente usadas do que dados menos essenciais e menos utilizados. Além disso, muitos dos sistemas que você usa provavelmente já estão com backup na nuvem (Office 365, Google Docs etc.) e podem não exigir backups adicionais.

É importante, no entanto, ter uma estratégia por trás do que você escolhe fazer backup e como fazê-lo. Recomendamos a criação de um documento de política por escrito que especifique onde é feito o backup de seus aplicativos – todos os aplicativos -, a cadência de backups, o calendário de operações do ciclo de vida, períodos de retenção, criptografia, armazenamento, testes, empilhamento e acesso.

 

Criar Um Plano De Disaster Recovery

Recovery

Se você se lembra, a diferença entre disaster recovery e backup é sobre estratégia versus solução. Um plano de disaster recovery é estratégico e abrange toda uma filosofia de pensamento. A criação de um plano de disaster recovery depende da conclusão de uma avaliação de riscos e análise de impacto nos negócios que o ajudará a identificar aplicativos e serviços de TI críticos. Em seguida, você pode criar seus RTOs e RPOs com base em seu ambiente exclusivo. Somente depois de concluir essas etapas iniciais, você deve iniciar o processo de desenvolvimento de um plano de disaster recovery que inclua os protocolos de prevenção e resposta.

Escrevemos mais sobre bons motivos pelos quais você deve pensar em ter uma politica de DR que atenda às suas necessidades críticas. Clique aqui

 

Aproveite A Diferença Entre Disaster Recovery E Backup

 

A diferença entre disaster recovery e backup pode ser clara, mas o próximo passo é aproveitar essas diferenças para desenvolver uma estratégia abrangente de disaster recovery que inclua uma política de backup eficaz, estratégias de prevenção de desastres e protocolos de resposta.

Lembre-se, 90% das empresas sem um plano de recuperação de falhas acabam falhando após um desastre. Esteja preparado com um bom plano de disaster recovery antes que ocorra um desastre. A Adentro fornecendo avaliações críticas, criando e gerenciando planos de Disaster Recovery e monitorando seus sistemas para eventos de desastre, internos e externos.

Entre em contato conosco hoje para discutir como implementar uma estratégia de disaster recovery que envolva um plano de backup gerenciado.
Veja também nosso EBook: 7 itens importantes para analisar em um plano de Disaster Recovery (DR).

Gostou desse artigo? Compartilhe-o!
Caso tenha dúvidas ou interesse em sugerir a elaboração de novos conteúdos específicos, comente logo aqui em abaixo.

deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rc Cursos Online 19 de maio de 2020

Olá aqui é a Madalena dias, eu gostei muito do seu artigo seu conteúdo vem me ajudando bastante, muito obrigada.

Pablo Moretto 19 de maio de 2020

Obrigado pelo comentário, isso nos motiva a continuar gerando conteúdo.
Caso queira saber mais sobre algum tema especifico deixa seu comentário.


           Associado Abrahosting

Contatos

Métodos de pagamento

               Cartões de crédito