Cloud: qual o investimento inicial?

Por: Adentro | 29-09-2021

Com os mercados cada vez mais competitivos e diversificados, as empresas buscam se alinhar às inovações da transformação digital. Contudo, nem todas elas seguem um mesmo caminho de implantação, já que se perguntam qual se o investimento inicial é alto ou não.

Além disso, essa implementação não costuma ocorrer de maneira igual em todos os negócios, ainda que ela traga inúmeros benefícios a todos. 

Isso porque a cloud computing possui soluções que se ajustam à demanda dos clientes, o que facilita na definição de estratégias personalizadas por parte dos gestores.

Mas, afinal, preciso gastar muitos recursos ao adotar a nuvem no meu negócio? Será que vale a pena? Se essas perguntas te interessam, leia o artigo e saiba a resposta delas!


Relembrando o significado da Cloud 

A cloud computing, popularmente conhecida por armazenamento em nuvem, funciona a partir da armazenagem dos dados em um formato digital, online, que geralmente só pode ser acessado por pessoas autorizadas.

Embora tenha uma gigantesca infraestrutura por trás, o princípio da cloud é simples: ao invés de manter os documentos e mídias em arquivos físicos (como nos desktops), esses arquivos são mantidos em plataformas virtuais, ou seja, se tornam mobiles (móveis).

Atualmente, grande parte das coisas que fazemos tem a interferência da nuvem, seja no envio de e-mails, serviços de streaming de música e vídeos, redes sociais e por aí vai. 

No setor empresarial, desde as pequenas até as grandes companhias utilizam os recursos em nuvem como ferramenta de apoio nas atividades, otimização do tempo, agilidade nos processos e segurança dos dados.

Em resumo, a principal característica da cloud para o armazenamento físico, é que a computação em nuvem usa um servidor remoto que opera e controla a entrada, saída e manutenção dos arquivos dos usuários e clientes.

Enfim, qual o investimento inicial ao investir na Cloud?

De modo geral, não podemos estabelecer um valor exato para todas as empresas que desejam adquirir ou migrar para a cloud, pois isso vai depender dos recursos contratados e também dos preços de cada fornecedor.

Ao mesmo tempo, não podemos esquecer que a cloud se tornou um mecanismo tecnológico bastante popular, uma vez que tanto pequenas, médias ou grandes organizações podem se beneficiar das vantagens que ela apresenta.

Isso acontece porque o método de crescimento da cloud é escalável, o que permite às empresas investirem o quanto precisarem — e quanto podem — no momento que julgarem adequado.

A Cloud é uma solução econômica?

Naturalmente, todo gestor gestor sabe da importância de facilitar os processos do negócio, o que envolve uma atenção especial com as finanças. 

Portanto, é de se esperar que ao contratar um serviço de armazenamento em nuvem, o empreendedor esteja buscando uma solução eficiente, mas que também seja econômica, ainda mais quando falamos de pequenas empresas.

Por isso, uma das vantagens de usar a cloud é justamente a economia, pois quando um empreendimento utiliza toda a estrutura física, ela vai pagar apenas por aquilo que usou.

Em contrapartida, se tivesse que comprar todos os componentes responsáveis por agilizar as máquinas, com certeza essa conta sairia bem salgada (além de que nem todos os serviços seriam usados).

Como o provedor da cloud computing tem a atribuição de prestar suporte e manutenção a essa solução, o cliente não precisará pagar um técnico especializado para fazer essas funções.

Logo, a cloud é sim uma solução mais econômica, a qual muitas vezes compensa o investimento se comparada ao arquivamento físico, dado que ela exclui a obrigação de comprar equipamentos, materiais de instalação e contratação de equipe de TI. 

Preciso pagar caro para usufruir as vantagens da Cloud? 

Ainda existe uma falsa ideia de que toda tecnologia muito inovadora tende a ser mais cara, o que nem sempre é verdade, pelo menos não em relação aos princípios básicos da cloud

Tanto é que a redução de custos costuma ser o principal motivo dos empreendedores mudarem seu negócio para a nuvem.  

A explicação é fácil: a cloud não exige investimento em softwares locais e nem infraestrutura de TI. 

Junto disso, pode-se trabalhar por demanda, quando a necessidade de espaço for maior, permitindo que as urgências sejam supridas naquele mês sem que os próximos não sofram acréscimo no pagamento.

Entenda melhor porque a computação em nuvem reduz os custos da instituição, tornando-a um investimento alcançável.

Possui baixo investimento inicial

Colocar os dados na cloud não exige a compra de equipamentos sofisticados, assim como não é preciso gastar com processos burocráticos.

Adquirir softwares e pessoal de TI para instalação e controle da nuvem pode custar caro e não ser muito eficaz, o que justifica a enorme preferência pelos servidores em nuvem.

Isso porque o custo do investimento inicial na cloud é baixo, permitindo que as empresas usem recursos de ponta sem ter que pagar uma fortuna.

Não é preciso comprar licenças

O empresário pode relaxar quanto às licenças e atualizações de software na cloud computing, porque diferente do servidor local, muitas soluções incluem esse item na locação da nuvem ou então usam um servidor que adiciona opreço da licença no pacote.

Gastos com manutenção são diminuídos

Uma companhia que escolhe manter um servidor interno funcionando de maneira segura, necessita do apoio constante de profissionais e suporte.

A equipe de TI tem de atualizar o sistema de tempos em tempos e geralmente os equipamentos usados nessas tarefas possuem alto custo.

Por outro lado, a cloud não exige tanto gasto com segurança e pessoal, já que o provedor é quem toma conta disso, o que evita despesas extras.

Conheça as soluções da Adentro Cloud

Como vimos, apesar de não haver uma resposta padrão sobre qual o investimento inicial será gasto na implantação da cloud, sabemos que ela é, no geral, uma solução muito mais econômica que os servidores locais.

As soluções da Adentro Cloud foram criadas para atender aos diferentes perfis de empresas, independente do tamanho do negócio. Graças aos padrões flexíveis na implantação desse tipo de sistema, possuímos uma infraestrutura capacitada para atender aos objetivos de cada cliente. 

Dessa forma, a Adentro garante que pequenas empresas possam investir na tecnologia Cloud, podendo usufruir dos benefícios proporcionados por esse recurso de grande valor no mercado. Assim, negócios de médio e pequeno porte também podem adquirir nossos serviços.

 

Gostou desse conteúdo? Então, aproveite a visita no nosso blog e continue informado (a). Saiba mais sobre a Cloud pública x cloud privada e entenda as diferenças desses dois modelos para seu negócio. Até breve!

Curtiu?
Compartilhe

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

AV. BAHIA, 1260, SÃO GERALDO, - PORTO ALEGRE - RS Política de privacidade © 2021 ADENTRO CLOUD - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.

Política de Privacidade