Adentro Datacenter Solutions

X

Com a capacidade de escalar rapidamente sem custos adicionais lineares, datacenters de hiperescala estão reformulando a TI – modificando os aspectos que compõem o datacenter tradicional.

Na era digital, as empresas precisam tomar decisões em tempo real. Desde a locomoção (Uber, Cabify e afins) até o ramo de alimentos (Ifood, Rappi, Uber Eats), os consumidores estão cada vez mais mudando suas preferências para mídias online. Dado o ritmo extremo em que as empresas operam atualmente, elas não podem esperar que seus sistemas de TI entreguem os serviços no mesmo ritmo que os sistemas tradicionais ofereciam. As organizações precisam de uma infraestrutura de TI que possa ser dimensionada rapidamente para suprir uma demanda crescente e ser reduzida de forma adequada quando a demanda diminuir. Isso levou à demanda por datacenters de hiperescala.

Hiperescala e previsões do setor

Hiperescala refere-se à capacidade de um sistema ou arquitetura de TI escalar exponencialmente e rapidamente para responder a demandas cada vez mais pesadas. Nesse ínterim das novas necessidades da era digital, os datacenters em hiperescala devem dominar as tendências e o design do datacenter.

Um relatório da Allied Market Research intitulado “Hyperscale Datacenter Market by Type”, afirma que o mercado global de datacenters em hiperescala deve gerar US$ 71,2 bilhões em 2022 dos US$ 26,33 bilhões de 2017. Crescendo em uma CAGR (sigla do inglês para Taxa de Crescimento Anual Composta) de 20,7% entre 2017 e 2022.

O relatório da Markets & Markets estima que o mercado de datacenter em hiperescala cresça dos US$ 25,08 bilhões que rendeu em 2017 para US$ 80,65 bilhões em 2022, a um CAGR de 26,32%. A Cisco estima que, até 2021, o tráfego nos datacenters em hiperescala quadruplicará, e os datacenters em hiperescala serão responsáveis ​​por 55% de todo o tráfego de datacenters até 2021.

Vejamos agora de que forma esses datacenters estão remodelando a TI, incentivando os arquitetos dos DCs a considerar alguns parâmetros vitais:

Modularidade

Graças à abordagem do tipo lego, as empresas podem adotar um método de passo a passo para planejar seu datacenter. Isso significa que as empresas podem substituir componentes físicos individuais e projetar seu DC. Essa abordagem ajuda as organizações a se adaptarem progressivamente a um design muito mais ágil e flexível às necessidades atuais de curto prazo, mantendo-se no caminho de longo prazo.

Redundância

Devido à modularidade, os operadores podem substituir componentes físicos individuais. Anteriormente, era ao contrário, na abordagem tradicional, substitui-se o servidor inteiro, o que aumenta os custos e o tempo de inatividade. Essa abordagem oferece ainda extrema flexibilidade na escala à nível físico, pois os componentes podem ser adicionados modularmente. Por exemplo, no caso de um servidor falhar, um aplicativo pode ser movido de um servidor para outro, sem tempo de inatividade. Isso ajuda a manter um alto nível de disponibilidade do sistema, pois não há um ponto único de falha. Essa abordagem também ajuda na análise de diferentes pontos de falha, especialmente quando há muitos componentes que podem ter causado o problema.

Reduzindo o custo do tempo de inatividade

Na era digital, o custo do tempo de inatividade pode ser enorme. Com a automação, ele pode ser reduzido, pois a maioria das interrupções do datacenter é causada por erros humanos. Por exemplo, o incidente altamente divulgado da British Airways, que levou mais de 75.000 passageiros a terem que remarcar suas viagens, foi erro humano. Um engenheiro desconectou a fonte de alimentação de um datacenter próximo ao aeroporto e, quando foi conectada de volta, causou um surto de energia e colapso dos sistemas. Como a maioria dos processos é automatizado em um datacenter em superescala, erros como esses poderiam ter sido evitados.

Economia de energia

Enfim, desde utilizar IA ​​no datacenter para reduzir os custos ao uso de novas técnicas de resfriamento líquido, os datacenters de hiperescala estão redefinindo os padrões para economia de energia.

Como se pode ver, os data centers em hiperescala estão claramente mudando os parâmetros do cenário futuro da TI corporativa. Com a capacidade de escalar rapidamente, sem custos adicionais lineares, um datacenter em hiperescala muda todos os aspectos do datacenter. Da maneira como são projetados à maneira como os componentes de hardware são adquiridos para definir os padrões em termos de eficiência energética. Dessa forma, estes são tempos empolgantes para o setor de datacenters, à medida que embarcamos em um novo começo da TI corporativa, onde tudo é definido por software!

 

Traduzido e adaptado de Net Magic Solutions. How hyperscale datacenters are reshaping IT. KAW, Vimal. Disponível em: <https://www.netmagicsolutions.com/blog/how-hyperscale-datacenters-are-reshaping-it>. Acesso em 6 nov. 2019.

(Procurando backup em cloud? Clique aqui!)

Quer saber mais sobre como o potencial transformador do Cloud? Confira este artigo sobre as mudanças sendo geradas na África.

deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


           Associado Abrahosting

Contatos

Métodos de pagamento

               Cartões de crédito