Por que o endpoint é importante?

Por: Adentro | 01-03-2021

As empresas do século XXI já começam a se atentar mais para a importância do endpoint no contexto organizacional, especialmente quando o assunto é segurança da informação.

Com o intuito de falar mais sobre esse assunto, explicamos o que é endpoint e qual é o papel dessa tecnologia na sua empresa. Não deixe de conferir!

 

O que é endpoint?

Podemos traduzir essa expressão como “ponto de extremidade”. Esse termo tem várias aplicações.

Por exemplo, esse conceito é muito utilizado para indicar conexões entre clientes e API’s.

Ademais, ele pode fazer referência a vários dispositivos finais que são conectados a um único terminal de rede.

Nesse caso, estamos nos referindo aos endpoints de comunicação. Entre os dispositivos que podem ser esses endpoints, podemos mencionar os seguintes:

  • Notebooks;
  • Câmeras de vigilância;
  • Smartphones;
  • Estações de trabalho;
  • Tablets;
  • Servidores;
  • Dispositivos IOT.

Esses pontos transmitem informações, já que estão conectados a uma rede. Por isso, podem ser alvos de cyber ataques.

Para reduzir a vulnerabilidades das redes, foi criada uma tecnologia conhecida como endpoint protection. Explicaremos esse conceito em detalhes no próximo tópico. Acompanhe!

 

O que é endpoint security

O que é Endpoint Protection?

“Endpoint protection, ou endpoint security, diz respeito a estratégias e abordagens de segurança voltadas aos pontos de extremidade de uma rede.”

Em outras palavras, essas estratégias tem como finalidade principal proteger todos os serviços conectados à rede, de forma a evitar invasões de terceiros não habilitados.

O grande diferencial da abordagem de segurança aplicada aos endpoints é a proatividade, o que a diferencia dos antivírus e dos firewalls.

Um exemplo de estratégia de segurança de endpoint é a restrição do acesso de dispositivos pessoais de colaboradores à rede corporativa. Mas qual é a importância disso para as organizações? Veja a seguir!

 

A importância do endpoint security para as empresas

Antes de mais nada, podemos dizer que a segurança de endpoint tem sua importância no caráter proativo da proteção que ela oferece.

De fato, as estratégias de segurança aplicadas aos pontos de extremidade evitam ataques que os firewalls e as tecnologias de criptografia não conseguem detectar.

Isso porque a endpoint protection tem seu foco na filtragem de tráfego, o que significa dizer que dispositivos que não possuem o software cliente não são autorizados a fazer o acesso a redes protegidas com essa tecnologia.

Ao contrário, firewalls são proteções contra vírus que já adentram um sistema ou rede.

Contudo, essas soluções não são eficazes contra as novas ameaças, capazes de criar diversas chaves e assinaturas que confundem os softwares de segurança.

Diante disso, a opção mais segura para a proteção das redes corporativas termina sendo a restrição do acesso, o que pode ser feito por meio da segurança de endpoint.

Mas, afinal, no que consiste e como funciona a tecnologia empregada no conceito de endpoint protection? Responderemos a essa pergunta na sequência. Prossiga na leitura!

 

Como funciona a segurança de endpoint?

Geralmente, essa tecnologia consiste em um software que utiliza uma arquitetura cliente-servidor.

Esse software costuma ser instalado na mesma máquina que faz o gerenciamento dos acessos à rede corporativa.

Os pontos de extremidade também recebem um software específico, por meio do qual podem fazer o acesso à rede.

O software cliente é o responsável por fazer a homologação do endpoint, sinalizando que determinado dispositivo pode acessar uma rede.

Na maioria das vezes, o cliente endpoint consiste em plataformas intuitivas, que disparam alertas em casos de ataques ou outras intercorrências.

Alguns desses serviços oferecem também facilidade no gerenciamento e relatórios sobre o desempenho dos servidores.

Contudo, é importante destacar que a proteção oferecida pela endpoint security somente tem eficácia quando os dispositivos nos pontos de extremidade de uma rede executam softwares de segurança e sistemas operacionais atualizados.

 

A importância do endpoint security e seus benefícios

Para que a importância desse conceito fique ainda mais clara, vamos indicar alguns de seus benefícios. Veja!

Facilidade na implementação

Por se basear na arquitetura servidor-cliente, a segurança de endpoint é de fácil instalação. Para implementá-la, basta fazer a inclusão do software servidor na máquina central e do cliente nos pontos de extremidade.

Bloqueio de atividades indesejadas

Os softwares de endpoint security podem identificar algumas ações que podem tornar as redes vulneráveis, tais como o acesso a dispositivos externos às máquinas no momento do acesso.

Melhor custo-benefício

A endpoint security possui uma ótima relação custo-benefício, sendo mais eficiente e barata do que as tecnologias de segurança usuais.

 

 

Investir em segurança para endpoints

Invista em uma proteção preventiva para os endpoints da sua rede!

Assim, podemos concluir que as estratégias baseadas nessa tecnologia são realmente eficientes quando o assunto é segurança de rede. Isso porque ela é um método de filtragem do tráfego preventivo, que se antecipa aos cyberataques.

Por isso, ao falar sobre a importância do endpoint, não podemos deixar de sublinhar a importância da segurança dos pontos de extremidade. São eles que possibilitam o trabalho seguro nas redes corporativas.

 

E você, já tinha conhecimento da importância desse conceito para as redes das empresas? Comente!

Curtiu?
Compartilhe

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

AV. BAHIA, 1260, SÃO GERALDO, - PORTO ALEGRE - RS Política de privacidade © 2021 ADENTRO CLOUD - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.

Política de Privacidade