O que é Wi-Fi 6?

Por: Adentro | 29-12-2021

Os avanços tecnológicos não param de ser anunciados, muitos deles chegando a revolucionar a forma como trabalhamos, estudamos e produzimos. Uma dessas tecnologias é o Wi-Fi 6, um grande passo em direção ao futuro da humanidade.

A velocidade de conexão tem um papel muito importante atualmente. Afinal, com os avanços em IoT dos últimos anos, quanto mais rápidas as conexões, melhores são os resultados. E quando falamos em velocidade, o Wi-Fi 6 promete muito.

Outro ponto que devemos abordar é o 5G. Pode-se dizer que essas tecnologias tendem a se popularizar no mesmo período, sendo, de certo modo, complementares.

Neste conteúdo, vamos nos aprofundar nesse tema, apresentando diversos detalhes interessantes tanto para os consumidores quanto para as empresas.

Boa leitura!


Como se deu a evolução do Wi-Fi?

Podemos dizer que o Wi-Fi é uma tecnologia relativamente nova: o primeiro padrão de conexão surgiu em 1997. Em menos de 20 anos, sua velocidade foi multiplicada por mil – quase 10 mil, quando consideramos o Wi-Fi 6.

Veja os principais protocolos de conexão:

  • 802.11: possui taxa máxima de 2 MB/s, bastante inferior à tecnologia usada atualmente..
  • 802.11 a: tem taxa de até 54 MB/s, tendo sido pouco comercializada pois tinha um valor de mercado muito superior ao seu antecessor, que conseguia cumprir sua função relativamente bem.
  • 802.11 b: atingia até 11 MB/s, mas tinha um problema grave: sua frequência de operação era igual a de outros aparelhos eletrônicos, acarretando muita interferência; acabou perdendo espaço no mercado por causa disso.
  • 802.11 g: com frequências próximas a 2.4 GHz, esse padrão buscou unir o que havia de melhor nos padrões anteriores, tendo sucesso nessa empreitada. Foi usado por bastante tempo pelas empresas ao redor do mundo.
  • 802.11 n (Wi-Fi 4): foi o primeiro padrão realmente poderoso que apareceu no mercado, com taxa de 2.4 GHz, sendo capaz de atingir velocidade de até 600 MB/s.
  • 802.11 ac (Wi-Fi 5): padrão utilizado nos dias de hoje, alcança velocidade de 1.300 MB/s, aguentando até 4 dispositivos conectados ao mesmo tempo, sem diminuir a qualidade da conexão.
  • 802.11 ax (Wi-Fi 6): nova tecnologia de redes sem fio, tem capacidade de atingir velocidades de até 9,6 Gbps, ao passo que suporta 8 dispositivos conectados ao mesmo tempo.

Feita esta breve apresentação, vamos aos diferenciais do Wi-Fi 6!

Quais são as principais características do Wi-Fi 6?

O Wi-Fi 6 vai trazer diversas novidades ao mercado, sendo as principais delas as seguintes:

  • Divisão de frequências ortogonais (OFDMA). 
  • MU-MIMO. 
  • Modulação Ampliação de Quadratura. 
  • Target Wake Time (TWT). 
  • Reutilização espacial via código de cores.

Como sabemos que nem todos que leem nosso blog têm conhecimento técnico sobre tecnologia, cuidamos para fazer um resumo desses tópicos. Veja nas próximas seções.

Divisão de frequências ortogonais (OFDMA)

Basicamente, o OFDMA é um método de divisão de canais do padrão 802.11 em subcanais, com predefinição de subportadoras. Esses subcanais levam o nome de Unidades de Recurso (UR), contendo, no mínimo, 26 subportadoras em cada UR.

De acordo com a necessidade de tráfego, o ponto de acesso atribui todos os URs no uplink e downlink, definindo os canais por conta própria.

É possível atribuir todos os canais a um único usuário, ou particionar os recursos para os usuários conectados na rede, com latências menores e grande eficiência.

MU-MIMO

A tecnologia MU-MIMO é capaz de aumentar a eficiência de transmissão de internet para múltiplos usuários, através de um método de divisão de canais. No caso, ela aumenta a capacidade de cada canal, utilizando, ainda, os mesmos fragmentos de frequência para usuários simultâneos.

Uma matriz é calculada pelo Ponto de Acesso (PA)  para cada usuário, sendo a transmissão feita por pacotes específicos para usuários específicos.

Modulação de Ampliação de Quadratura

O Wi-Fi 6 usa a tecnologia 1024-QAM, com alto poder de modulação, tendo sua capacidade aumentada em 25% e alta eficiência de conexão; também é capaz de transmitir 10 bits por símbolo.

Vale lembrar que a tecnologia atual usa 256-QAM, bastante inferior à 1024-QAM.

Target Wake Time (TWT)

Uma das grandes inovações é o TWT, uma técnica que permite economizar energia em dispositivos móveis.

O TWT funciona da seguinte forma: o PA consegue negociar com os dispositivos conectados à rede sem fio, de forma a definir o uso do TWT em horas específicas; tudo é feito através da comunicação entre os dispositivos e a PA, inclusive com repasse de informações sobre a duração prevista da atividade.

Então, há uma otimização significativa no tempo “ativo” do dispositivo, com grande impacto para aparelhos móveis.

Reutilização espacial via código de cores

Quando há cenários com alta densidade de conexões, é preciso fazer a distinção entre cada uma delas, e o padrão 802.11 ax faz isso através de cores. Cada estação sem fio é capaz de identificar BSS sobrepostos, tomando decisões sobre gerenciamento de interferência e contenção de mídia.

Em suma, o código de cores reduz a interferência, atribuindo cores aos dispositivos visando identificação. Dessa forma, as interferências de outros dispositivos não são contabilizadas na conexão, havendo verificação de cores a todo o instante no Ponto de Acesso.

Quais são as vantagens e os impactos dessa tecnologia?

As principais vantagens do Wi-Fi 6 são:

  • Economia de energia.
  • Grande aumento de velocidade de conexão.
  • Segurança extra nos pontos de acesso públicos.
  • Melhor entrega de internet em áreas com grande demanda.
  • Otimiza o consumo de internet por dispositivos móveis.

Quanto aos impactos, temos os seguintes:

  • Comunicação ultra rápida entre máquinas.
  • Roteadores capazes de entregar internet sem queda de qualidade para diversos dispositivos.
  • Diversas tecnologias de automação vão surgir por causa da estabilidade de conexão.

Como o Wi-Fi 6 vai coexistir com o 5G?

Especialistas no tema afirmam que não haverá concorrência entre o Wi-Fi 6 e a tecnologia 5G. A razão disso está nas aplicações de cada tecnologia que, segundo as previsões, vão coexistir muito bem.

O Wi-Fi 6 será largamente empregado em ambientes estáticos, como indústrias, em casas e nos escritórios. Já o 5G é voltado aos dinamismo, como ambientes abertos e passeios de carro.

Você consegue imaginar quais serão as que essas tecnologias vão trazer? O futuro é uma caixinha de surpresas!

Curtiu?
Compartilhe

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

AV. CRISTÓVÃO COLOMBO, 2240 SALA 601, FLORESTA, - PORTO ALEGRE - RS Política de privacidade © 2022 ADENTRO CLOUD - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS