Adentro Datacenter Solutions

X

Cada vez mais nos tornamos dependentes das tecnologias e, associado a isso, ao uso da internet, seja em computadores, tablets ou smartphones. Porém, o que muitas vezes negligenciamos é que ao usarmos a internet deixamos “pegadas” e rastros.

Quase todas as ações que efetuamos na web podem ser monitorados. Além disso, uma vasta gama de sites que acessamos possuem cookies que são descarregados em nossos dispositivos e armazenam nossas informações na primeira vez que o acessamos.

Todavia, não podemos mais viver sem as tecnologias e sem a internet. Portanto, discutir e elaborar meio de proteção de dados na internet tem se tornado algo cada vez mais legítimo e importante para aumentar a segurança na internet.

Será que você sabe o que são dados online e como melhorar sua privacidade online? Venha saber mais sobre esse assunto tão importante.

 

Segurança dos dados

O que são dados?

Todas as vezes que acessamos a internet, nossas informações ou dados acabam em sites e dispositivos acessados.

Ações como entrar em plataformas de jogos online, fazer compras em lojas virtuais, baixar aplicativos, interagir em redes sociais e até mesmo quando se lê matérias e notícias online deixam informações que capacitam os sites de identificarem o perfil de um indivíduo.

A partir desses dados coletados através de nosso acesso, as tecnologias da plataforma conseguem identificar nossos hábitos de navegação, preferências, localização, endereço, renda, e-mail e muito mais.

Por isso que é sempre importante observar os sites que acessa e ler as políticas de privacidade das páginas e aplicativos que utiliza. Mas será que todo mundo faz isso?

 

O que vem à tona quando falamos de segurança na internet?

Atualmente muito tem se falado sobre privacidade na internet devido há inúmeros casos de falhas de segurança na internet e a exposição de vários dados e informações importantes que colocam em risco não apenas pessoas físicas, como também grandes organizações e empresas.

Porém, conversas sobre proteção de dados na internet, normalmente tendem a ressaltar a segurança na internet para proteger os dados de usuários de possíveis invasões de hackers. Todavia, falar de privacidade online não deve focar apenas nesse aspecto.

Existem inúmeros usos de dados que empresas privadas ou ligadas ao governo podem fazer dos dados que detém. Portanto, cada uma dessas organizações deve ter responsabilidade por essas informações pessoais coletadas de seus usuários.

Desse modo, é extremamente necessário ficar atento as políticas de privacidade dos sites e aplicativos que utilizam, sobretudo para que o discurso de proteção de privacidade não se torne uma invasão.

 

A proteção de dados se tornou emergencial

Praticamente, todos os negócios atualmente dependem de dados coletados online. Eles se tornaram verdadeiros ativos das empresas, ou como muitos costumam falar o “novo petróleo”.

Sendo algo tão significativo, surge a necessidade de pensar em meios de proteção de dados na internet. Aumentar e melhorar a privacidade online, tanto para assegurar as corporações como aos próprios clientes e usuários.

Leis de proteção de dados na internet já são pensadas desde 1998 e, em 2018, houve uma atualização aprovada pela União Europeia da GDPR (Regulamentação Geral de Proteção de Dados). As novas medidas adotadas valem para todos os países membros do bloco.

Essa nova lei representa uma postura e uma mudança muito grande para a privacidade na internet nos últimos anos, modernizando a Lei de Proteção de Dados de 1998.

Nesse ponto é importante ressaltar que existem leis de proteção de dados em mais de cem países, e isso inclui o Brasil.

Porém, mesmo com a Lei de Proteção de Dados brasileira, que legitima e legaliza políticas de privacidade na Internet, a prática ainda é pouco abrangente. Ainda não há um órgão que fiscalize rigidamente a execução das mesmas.

Isso quer dizer que o usuário ainda se encontra vulnerável e precisa ficar atento as especificidades de cada autorização das políticas de privacidade de cada site, dos cookies e das informações que disponibiliza em seus acessos.

 

Privacidade na internet

Como melhorar sua privacidade na Internet?

Apesar da lei de proteção de dados, é preciso que os próprios usuários tenham uma postura e prática online que favoreça a privacidade na internet. Ademais, as próprias organizações devem tomar precauções para melhorar a privacidade de dados de suas empresas.

Algumas dicas de como aumentar sua privacidade online são:

  • Verifique as configurações de privacidade de suas redes sociais;
  • Não use armazenamentos públicos para “salvar” informações privadas;
  • Cuidado com suas fotos e vídeos;
  • Utilize senhas seguras e modifique-as eventualmente;
  • Reveja as permissões de aplicativos e extensões de navegadores

Existem uma série de outras práticas, bastante simples e outras complexas, que você pode estar efetuando para ter maior segurança na internet. No entanto, todas essas boas práticas começam com a conscientização da importância da proteção de dados na internet.

Em suma, esperamos que esse post tenha ajudado a entender mais sobre a importância dos dados e de como eles ficam armazenados e podem contribuir ou prejudicar sua vida se você não melhorar sua privacidade na internet.

Então, não deixe para amanhã certifique-se de que suas informações (ou as de sua empresa) estão seguras!

deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


           Associado Abrahosting

Contatos

Métodos de pagamento

               Cartões de crédito