SaaS vs IaaS vs PaaS: qual a diferença e como escolher?

Por: Adentro | 13-05-2021

O cloud computing é um território amplo para diversos tipos de serviços de nuvem. Nesse sentido, é comum ouvir falar da modalidade “as a service”, principalmente de três tipos dela: SaaS, PaaS, IaaS.

Software como Serviço, Plataforma como Serviço, Infraestrutura como Serviço. Esses três modelos de negócio fazem parte de um mercado bilionário. Segundo IDC consultoria, apenas em 2015, o mercado de cloud movimentou cerca de 118 bilhões de dólares.

Mas o que são PaaS? Qual é o conceito de IaaS? Como se relaciona SaaS e empresa? Prossiga com a leitura do artigo e saiba todas as respostas!

 

SaaS: conceito e principais características

“O interessante do uso do SaaS é que o cliente não precisa ter conhecimento técnico – tudo é responsabilidade do provedor.”

SaaS, ou Software as a Service, se trata de softwares e soluções de tecnologia disponibilizadas por meio da internet como um serviço. Não há necessidade de instalação, manutenção ou atualização de hardware ou software.

O SaaS para empresa precisa apenas da conexão com internet, pois o software é executado no servidor da empresa provedora. Ele pode ser chamado também de software baseado na nuvem, software sob demanda ou software hospedado.

 

Quais as principais características e vantagens do SaaS?

O SaaS para empresa é hospedado num servidor remoto, sendo acessível através da internet. Ele é administrado de maneira centralizada e os clientes não são responsáveis por sua manutenção e atualização.

Com isso, é reduzido o tempo e dinheiro geralmente investido nas tarefas. Dessa forma, a equipe do cliente pode focar em outras tarefas mais importantes na empresa.

Outras vantagens são:

  • Custos iniciais reduzidos;
  • Alta acessibilidade;
  • Integração mais simples, sendo possível o dimensionamento de recursos para as necessidades da empresa;
  • Facilidade de receber atualizações.

Quando escolher o SaaS?

O SaaS é feito para startups e pequenas empresas que precisam lançar um site rapidamente e que não tem estrutura para servidor local ou software. Dessa forma, também é recomendado para projetos a curto prazo.

Por fim, é indicado para aplicativos que não são utilizados com frequência ou para aplicativos que precisam de acesso pela web e por dispositivo móvel.

 

SaaS pode ter problemas?

  • Desempenho e tempo de inatividade, o que torna você dependente do fornecedor;
  • Falta de controle pelo cliente;
  • Limitação de recursos;
  • Falta de personalização;
  • Dificuldades com interoperabilidade.

 

Exemplos de SaaS

Há muitos exemplos de SaaS que você pode encontrar no mercado, cada qual oferecendo um tipo de serviço dentro dessa modalidade. Os exemplos de SaaS são:

  • Dropbox;
  • Salesforce;
  • Cisco WebEx;
  • Google Workplace;
  • GoToMeeting;

 

PaaS: conceito e principais características

“O que são PaaS? Dentro da modalidade ‘as a service’, fica entre o IaaS e SaaS em funções.”

PaaS, ou Platform as a Service, se trata de um modelo onde se usa de uma plataforma para desenvolvimento, testes, atualização e execução de aplicativos. Basicamente, o usuário ganha um ambiente com soluções dentro da computação em nuvem.

As tecnologias da plataforma permitem a criação de software mais facilmente, sendo possível vários usuários trabalharem na mesma aplicação simultaneamente. A interface dos serviços de nuvem aqui são bem intuitivas.

Quais as principais características e vantagens do PaaS?

Por basear-se na tecnologia de virtualização, essa tecnologia em nuvem permite o aumento ou redução de recursos conforme a necessidade. Ela também oferece uma grande variedade de serviços para desenvolvimento, teste e implantação.

Além disso, garante a integração com serviços web e bases de dados – e essas não são as únicas vantagens:

  • Redução de custos na produção de aplicativos;
  • Redução de equipe na produção de aplicativos;
  • Escalabilidade dos recursos;
  • Redução na quantidade de códigos;
  • Mais rápido no tempo de ida ao mercado, o conhecido “time to market”;
  • Mais fácil de implantar tendências do mercado.

 

Quando escolher o PaaS?

O PaaS é especialmente vantajoso para criação de aplicativos personalizados, agilizando o fluxo de trabalho com vários desenvolvedores envolvidos. Ele garante velocidade e flexibilidade durante todo o processo da tecnologia em nuvem.

Dessa forma, é também recomendado para aplicativos que precisam ser desenvolvidos e/ou implantados rapidamente.

 

PaaS pode ter problemas?

  • Segurança de dados;
  • Customização em sistemas do tipo legado;
  • Tempo de execução problemático;
  • Limitação operacional aos usuários finais.

 

Exemplos de PaaS

Diferente do SaaS, os exemplos de PaaS costumam ser iguais em função, já que fornecem uma plataforma para desenvolvimento. Contudo, diferem em funcionalidades e recursos. Alguns exemplos de PaaS são:

  • AWS Elastic Beanstalk;
  • Windows Azure;
  • Google App Engine;
  • Heroku;
  • OpenShift;

 

IaaS: conceito e principais características

“O IaaS é um dos serviços de nuvem mais complexos – por isso, o mais recomendado para quem possui conhecimento mais avançado em cloud computing.”

O IaaS, ou Infrastructure as a Service, se trata de uma infraestrutura de computação instantânea, que é provisionada e gerenciada pela internet. Nesse modelo de serviços cloud, o cliente contrata os recursos de hardware para manipular como bem quiser.

Com essa autonomia, a equipe de TI é quem configura o sistema que vai rodar na computação em nuvem, número de processadores, armazenamento, etc. Basicamente, é como um “self-service”, onde você paga apenas pelo que usa.

 

Quais as principais características e vantagens do IaaS?

No conceito de IaaS, os recursos são disponíveis como serviço, com os custos variando conforme o uso. Dessa forma, os serviços são escaláveis, podendo serem diminuídos ou aumentados pela necessidade.

Diferente da infraestrutura local, a infraestrutura em nuvem é dinâmica e flexível, com o cliente tendo total controle sobre ela. Assim como no PaaS, vários usuários podem acessar ela ao mesmo tempo.

Outras vantagens são:

  • Facilidade para automatizar a implantação de armazenamento, processamento, rede e servidores;
  • Custos são calculados conforme o uso de recursos;
  • Altamente escalável;
  • Modelo de computação em nuvem mais flexível.

 

Quando escolher o IaaS?

Devido à sua escalabilidade, o IaaS é recomendado para lojas virtuais, cuja demanda é mais volátil. O mesmo vale para empresas que crescem rapidamente e que não possuem capital para infraestrutura.

Por fim, também é um modelo válido para empresas que simplesmente preferem manter total controle sobre suas aplicações e infraestrutura.

 

IaaS pode ter problemas?

  • Segurança de dados por falhas do cliente;
  • Problemas com sistemas do tipo legado;
  • Necessidade de treinamento interno;
  • Maior segurança na hospedagem de recursos, de forma que os usuários não possam visualizar dados de usuários anteriores.

 

Exemplos de IaaS

Os exemplos de IaaS variam conforme as funcionalidades e recursos prestados pela empresa provedora. Dessa forma, os principais exemplos de IaaS são:

  • Amazon Web Services (AWS);
  • Microsoft Azure;
  • Cisco Metacloud;
  • Rackspace;
  • Google Compute Engine (GCE).

 

SaaS vs PaaS vs IaaS: qual é a diferença e como escolher?

Cada um dos serviços cloud oferece recursos e funcionalidades que são específicas para certos tipos de desenvolvimento. Alguns atendem ao propósito de simples armazenamento em nuvem, outros ao desenvolvimento de app, outros de infraestrutura.

Com isso, além das diferenças já citadas anteriormente, surgem diferenças no papel do cliente dentro dos serviços cloud:

  • No IaaS, aplicações, dados, tempo de execução, middleware e sistema operacional são responsabilidades do cliente. O provedor fornece apenas virtualização, servidor, armazenamento e rede;
  • No PaaS, apenas aplicações e dados são responsabilidades do cliente. O restante cabe ao provedor;
  • No SaaS, tudo é de responsabilidade do provedor, cabendo a você apenas o uso do software.

 

Como escolher?

O importante para sua escolha é que entenda a diferença entre cada um dos modelos de tecnologia em nuvem. Cada modalidade de negócio na nuvem atende a um propósito específico – e você deve entender se é isso que busca.

De qualquer forma, a melhor opção é sempre optar pela computação em nuvem.

 

Conclusão

Agora você sabe o que são PaaS, IaaS e SaaS dentro da computação em nuvem. Como pode ver, essa modalidade de negócio é ampla e atende a diferentes objetivos. Aliás, há ainda muitos outros como BaaS, RaaS, DRaaS, DaaS, etc.

Então, entre SaaS, IaaS e PaaS – ou qualquer outro “as a service” – a sua escolha depende do que você pretende fazer. Definido o seu objetivo, basta ir atrás do melhor provedor para os serviços de nuvem!

 

Entenda melhor com o infográfico abaixo!

 

infográfico paas saas iaas qual escolher

Curtiu?
Compartilhe

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

AV. BAHIA, 1260, SÃO GERALDO, - PORTO ALEGRE - RS Política de privacidade © 2021 ADENTRO CLOUD - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.

Política de Privacidade