Adentro Datacenter Solutions

X

Fatos sobre segurança online: o que todos devem saber

 

De acordo com uma pesquisa da Fortinet, o Brasil teve mais de um 1,6 bilhão de tentativas de cyber-ataques somente no primeiro trimestre de 2020. Diante disso, o que todos devem saber sobre segurança online para se proteger?

Com o intuito de falar mais sobre esse assunto, explicamos o que você pode fazer para se proteger das novas ameaças que têm surgido na web. Acompanhe na leitura!

 

cyber segurança

O que todos devem saber sobre segurança online: o que é cyber-segurança?

Antes de qualquer coisa, devemos explicar o que significa cyber-segurança, ou cyber security.

“Em linhas gerais, esse conceito se refere a técnicas e ferramentas que auxiliam no monitoramento e prevenção de ataques cibernéticos a sistemas, servidores, redes e dispositivos.”

Um dos objetivos principais desse conjunto de práticas é propiciar a cyber-segurança da informação. Ou seja, prevenir o acesso ou roubo de dados de usuários por terceiros não autorizados.

Atualmente, as práticas de cyber-segurança são aplicáveis a contextos e ambientes diversos. Entre eles, podemos indicar os seguintes:

  • Segurança de rede (proteção de uma rede contra invasores);
  • Segurança de informações (proteção no envio e armazenamento de dados contra roubos);
  • Recuperação de desastres (conjunto de medidas de segurança de dados adotado por empresas);
  • Segurança de softwares (proteção de programas contra ameaças).

Contudo, os hackers estão sempre a criar novas formas de ataques e golpes. No tópico a seguir, mostramos quais os ataques cibernéticos mais comuns da web.

 

Os mais comuns e perigosos cyber-ataques da atualidade

É importante que você conheça quais são os ataques cibernéticos mais presentes na web atualmente. Esse conhecimento pode evitar comportamentos de risco. A seguir, falamos em detalhes sobre alguns deles.

Phishing

O phishing tem como objetivo o roubo de dados pessoais de um usuário. Geralmente, o golpe os hackers se passam por empresas ou por outros usuários e induzem a vítima a clicar em links maliciosos.

Ataque DoS

Esse ataque não é uma invasão, mas pode causar muitos transtornos. Isso porque o ataque DoS pode dificultar a execução dos sistemas operacionais ou, mesmo, indisponibilizar completamente o sistema.

Spoofing

O objetivo do Spoofing é falsificar endereços, sejam eles de e-mail, DNS, IP ou outros. Por meio dessa técnica os cyber-criminosos conseguem disfarçar endereços maliciosos falsificando endereços de remetentes.

Ataque DMA

Por meio desse ataque, os hackers conseguem ter acesso à memória RAM de um dispositivo. Para isso, eles se utilizam dos subsistemas de hardware DMA, que possibilitam acesso direto à memória sem a utilização da CPU.

Decoy

O decoy é realizado através da falsificação de um site ou programa. O objetivo dos cyber-criminosos é o roubo de dados, que ocorre quando os usuários inserem dados pessoais durante o login.

Eavesdropping

A principal característica desse ataque são os vários recursos que podem ser utilizados pelos hackers para roubar dados. De fato, o roubo pode se dar por meio de e-mails, telefonemas e sites.

 

Os tipos de ameaças virtuais

Outro conhecimento que todo usuário deveria ter diz respeito às principais ameaças virtuais. Abaixo, listamos algumas delas!

Vírus

Os vírus podem ser definidos como códigos de programação disfarçados em programas de computador ou arquivos. Geralmente, um vírus se dissemina quando um usuário abre um software ou arquivo infectado.

Ramsonware

O ramsonware age restringindo o acesso do usuário a determinado sistema e sequestra dados dos computadores. O intuito dos hackers é pedir um resgate em bitcoins para o restabelecimento do acesso.

Cavalo de Troia

Conhecido simplesmente como Trojan, essa ameaça entra no sistema de maneira muito discreta, seja por um gif, protetor de tela ou jogo.

A execução de qualquer um desses arquivos funciona como uma permissão acesso de terceiros não autorizados.

Keylogger

Por meio do keylogger, os hackers conseguem identificar as teclas utilizadas por um usuário ao digitar um texto. Com isso, eles conseguem ter acesso a informações confidenciais.

 

Dicas de segurança na internet: como se proteger de ameaças e ataques cibernéticos

Felizmente, é possível se proteger de todos os ataques e ameaças que listamos aqui com algumas dicas simples de segurança online. A seguir, veja quais são elas!

Esteja protegido

Antes de navegar na web, tenha sempre um antivírus instalado e um firewall. Somente assim, você poderá utilizar a internet evitando maiores riscos. Não se esqueça de sempre atualizar a versão do antivírus utilizado.

Adote o cloud computing

A computação em nuvem está mudando a segurança digital. De fato, as empresas que fornecem serviços em cloud se dedicam em manter a segurança dos sistemas e dos dados hospedados em sua estrutura.

Fique longe de links suspeitos

Alguns golpes são muito fáceis de identificar. Por exemplo, se um anúncio promete bens caros aos usuários que clicam nele, esse pode ser um indício de que se trata de um anúncio malicioso.

 

segurança online

Segurança online: conhecimento e prevenção evitam muitos transtornos

Ao estar a par dessas informações, é fato que você terá mais chances de se defender de todas as ameaças e ataques cibernéticos presentes na web.

De fato, esses conhecimentos propiciam uma mudança de comportamento do usuário, tornando-o mais cuidadoso em relação aos perigos da web. Por isso, não se esqueça nunca o que todos devem saber sobre segurança online!

deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.

Política de Privacidade
           Associado Abrahosting

Contatos

Métodos de pagamento

               Cartões de crédito