Adentro Datacenter Solutions

X

VPS vs Cloud vs Dedicados: As Diferenças e qual o mais indicado?

Caso esteja prestes a lançar um novo projeto ou esteja precisando garantir o crescimento de um já em curso, escolher o melhor modelo de serviços em cloud pode ser uma decisão difícil.

Até mesmo para os desenvolvedores mais informados e eficientes, encontrar a melhor solução pode ser um desafio desanimador vista a diversidade de oferta  e a quantidade de soluções que são propostas.

Por isso, neste artigo vamos abordar três tipos de serviço, avaliando as suas vantagens e desvantagens, depois é só identificar qual melhor se adapta às suas necessidades e fazer a escolha de forma assertiva.

Soluções em Análise

  • Servidores Virtuais – VPS
  • Servidores Cloud
  • Servidores Dedicados

Servidores Virtuais – VPS

Tecnicamente, os Servidores Virtuais ou VPS funcionam em Servidores Dedicados de alta capacidade e redundância que são divididos em pequenas partes. Cada uma destas partes (VPS ou Virtual Private Server) está isolada das demais, tem recursos alocados (RAM, CPU e HD), bem como o seu próprio sistema operacional.

Analisando sua usabilidade, a VPS , na verdade, não difere muito do Servidor Dedicado ou do Servidor Cloud, uma vez que  todos oferecem um ambiente com recursos dedicados e com acesso total ao sistema operacional.

Do ponto de vista da flexibilidade e da elasticidade, permitindo ajustar os recursos ao longo do tempo e de acordo com as necessidades do cliente, o seu crescimento estará, no entanto, inevitavelmente limitado à capacidade do hardware do servidor principal.

Da perspetiva da redundância e do failover, embora falemos de um serviço estável e flexível, não podemos esquecer que as VPS dependem de um único hardware físico e não de vários servidores, o que numa situação extrema poderá originar a paradas de serviço  seja por intervenções programadas ou por falhas inesperadas. Exemplo: caso este host venha a ser afetado por algum intempérie, falha de hardware ou corrupção de sistema operacional sua VPS ficará indisponível até que devidas medidas de recuperação no host sejam adotadas.

Passando a analisar sua  performance e utilização, recomendamos a utilização das VPSs para pequenas aplicações que não exigem processamento elevado, pois dependendo do provedor que o seu serviço estiver hospedado poderá existir uma alta concorrência de recursos no servidor físico, podendo gerar alguns impactos negativos  na experiencia do utilizador, tais como concorrência de disco, memória e cpu. Por isso é importante entender como funciona a infraestrutura na qual você vai hospedar sua aplicação.

Servidores Cloud

Por serem ambos baseados em virtualização, tecnicamente os Servidores Cloud são muitas vezes confundidos com VPS, mas tecnicamente são muito diferentes.

Os Servidores Cloud são baseados numa arquitetura distribuída composta por vários nós de computação (hypervisors) e storages centrais (SAN) de elevada performance.

Os dados estão sempre armazenados nas SAN, sendo estas baseadas em equipamentos IBM, Dell EMC ALL FLASH ou híbridos com discos SAS e SSD.

As SAN são equipamentos totalmente redundantes com várias unidades de processamento, zonas de RAID distintas, discos de reserva, snapshots, bem como réplicas regulares para outros equipamentos semelhantes.

Para garantir o menor índice de potencial falha a ADENTRO dispõe ainda de suporte Premium 24x7x365 com os fabricantes de hardware de forma a garantir apoio a todo o tempo. Tratam-se, portanto de equipamentos pensados, desenhados e preparados para funcionar em ambientes críticos, 24h por dia, 7 dias por semana.

Quanto à sua usabilidade, tal como as VPS, não diferem muito dos outros dois, oferecendo também um ambiente com recursos dedicados e com acesso total ao sistema operacional.

Analisando a flexibilidade e a elasticidade que oferecem encontramos uma vantagem inegável já que são altamente escaláveis. Uma vez que os recursos são fornecidos por um grande número nós de computação (hypervisors) , cada um com um mínimo de 256GB RAM e 40 vCPUs, temos a certeza que, a todo o tempo, um servidor cloud pode ser rapidamente escalado verticalmente com total garantia de obter os recursos necessários, no momento desejado.

Também para a diminuição de recursos podemos usufruir desta flexibilidade, por isso é considerado a solução ideal para websites, ERPS ou plataformas que exigem elasticidade de ajustes constantes nos recursos (RAM, Disco e CPU) contratados.

Com um Servidor Cloud, o crescimento está sem dúvida assegurado, os Cloud Servers podem escalar de forma horizontal, teoricamente, até ao infinito, ou seja, para escalar horizontalmente basta juntar novos servidores e colocá-los em produção com os que já existem.

Isto é, quer seja através de crescimento vertical ( ajuste de recursos ), quer de horizontal (com novos servidores), os Servidores Cloud definitivamente respondem a qualquer requisito de crescimento obrigatório.

Da perspetiva da redundância e do failover , ao não depender de um único servidor físico, os Cloud Servers podem ser movidos entre hypervisors, permitindo que, quer numa falha inesperada,  intervenção programada, não exista nenhum tipo de parada nos serviços. Isto porque  é possível efetuar o Live Migrate (migração sem paradas e em funcionamento) do Servidor para uma outra zona da Cloud.

A relação qualidade vs preço é bastante aceitável, tendo em conta, quanto maior for a qualidade e a redundância de hardware e infraestrutura é normal que o preço também seja um pouco superior. Uma nota ainda para a versatilidade do preço é a possibilidade de crescer à medida que o seu projeto aumenta, ou podendo também reduzir sua capacidade de processamento.

Servidores Dedicados ou Bare Metal

Um Servidor Dedicado é, tecnicamente e como o nome indica, um servidor com hardware dedicado na sua totalidade ao seu projecto. Os servidores dedicados oferecem uma plataforma que lhe permite trabalhar diretamente em cima do Hardware e sem “overhead” de camadas intermédias (virtualização).

Não existindo qualquer compartilhamento de recursos com terceiros, tem acesso à totalidade dos recursos, podendo configurar de acordo com as necessidades.

Quanto à sua usabilidade não difere dos outros dois, que, na verdade copiam esta funcionalidade do dedicado, que por natureza oferece um ambiente com recursos dedicados e com acesso total ao sistema operacional.

Da perspetiva da flexibilidade e da elasticidade, encontra-se naturalmente limitado às suas próprias características, no entanto em vários casos, para operações onde a performance seja uma componente importante,  é usado como solução híbrida, conjugando Servidores Cloud ou Servidores Virtuais com Servidores Dedicados . Exemplo: muitas vezes o servidor dedicado pode ser empregado para suportar um banco de dados SQL SERVER enquanto as demais aplicações podem rodar em servidores cloud, visando uma exclusividade maior de IO (leitura e escrita em disco).

No que diz respeito à redundância e ao failoverquando escolhemos um servidor dedicado, temos de aceitar o fato que este, por si, não apresenta uma solução de failover ou de redundância eficaz. No entanto, ele é muito utilizado em certas arquiteturas híbridas ou exclusivas em projetos.  Sua redundância fica pulverizada na capacidade do hardware, como duas fontes de energia, array de discos e multi processadores no mesmo host.

Tal como perdemos em redundância também perdemos no crescimento com segurança, o crescimento é o que o próprio hardware nos permite, muito embora, com quebra de serviço, se possa aumentar os recursos físicos de uma máquina.

Quanto ao preço, embora seja por norma mais dispendioso, tem acesso a elevada performance e um elevado grau de segurança. Então, caso tenha uma utilização de recursos elevada mas ao mesmo tempo regular,  o Servidor Dedicado é uma excelente opção.

A Adentro disponibiliza várias configurações pré-desenhadas, fazendo também configurações à medida das suas necessidades.

 

 

VPS vs Cloud vs Dedicados

Tabela Comparativa dos Servidores

Servidor Virtual-VPS Servidor Cloud Servidor Dedicado
Usabilidade  *** ***** *****
Flexibilidade e Elasticidade  *** ***** ***
Crescimento  *** ***** **
Redundância e Failover  * ***** ***
Preço  ***** **** ***

 

Conclusões

Não existe a melhor solução, existe sim a solução que melhor se adapta às suas necessidades. Independentemente da sua escolha, antes de mais nada certifique-se de que a empresa em quem você pensa em confiar o seu projeto dispõe de suporte real e permanente por email e telefone, que tenha provadas concretas no mercado de boa reputação e que possa realmente auxiliar durante todo o processo.

Além disso, a resiliência da infraestrutura técnica e a solidez financeira devem também ser critérios fundamentais na hora de escolher o parceiro para os seus projetos.

Apesar de parecer difícil, saiba que não existem más escolhas, e, por isso, mantenha em mente, que, com mais ou menos dificuldade, seja qual for a sua solução é sempre possível mudar ou evoluir, para isso existe a ADENTRO, para  prestar-lhe todo o apoio que precisar ao longo do processo.

Ainda com dúvidas?

O nosso departamento comercial está ao seu dispor. Entre em contato conosco, será um prazer lhe apoiar!

deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


           Associado Abrahosting

Contatos

Métodos de pagamento

               Cartões de crédito