Adentro Datacenter Solutions

X

O anúncio da pandemia do novo coronavírus, feito pela OMS, é um momento que marca novos rumos para a humanidade. Diante das implicações desse fato, a pergunta que fica é: quais são as tendências pós-pandemia?

Com o intuito de refletir sobre o que nos aguarda em um futuro bem próximo, indicamos algumas mudanças que, com certeza, vão mudar as feições do mundo no pós-pandemia. Confira!

 

Compras online

 

Tendência pós pandemia #1: as mudanças dos hábitos de consumo

A necessidade de isolamento social impulsionou as compras e pagamentos online, os quais já vinham em uma crescente antes da pandemia.

No caso do Brasil, uma pesquisa levada a cabo pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo mostrou que 61% dos consumidores que fizeram compras online durante a quarentena aumentaram a quantidade de itens comprados.

Somente as compras via site ou app de bebidas e alimentos teve um aumento de quase 80%.

Desse modo, notando que essa já é uma tendência de consumo pós-pandemia, muitas redes de supermercado robusteceram sua estrutura de atendimento de pedidos feitos online.

A mudança nos hábitos de consumo dos brasileiros também pode ser vista no aumento dos pedidos em serviços de app de delivery.

De acordo com uma pesquisa da agência RankMyAPP, a demanda desse setor cresceu 30% somente no mês de março.

 

Tendência pós pandemia #2: a adequação dos espaços no varejo no pós-pandemia

Uma tendência no varejo pós-pandemia será o cumprimento das exigências sanitárias prescritas pelas autoridades de saúde. Indicamos algumas delas a seguir. Veja!

Oferecimento de produtos de higienização

As lojas precisarão oferecer a seus clientes produtos para que eles higienizem as mãos assim que entram no recinto, tal como o álcool em gel. No caso dos banheiros, estes deverão ter sempre sabão líquido.

Ademais, os empreendedores devem orientar os funcionários a higienizarem constantemente áreas como corrimões, torneiras, maçanetas, bancadas, cadeiras e mesas.

Rearranjo dos espaços e estratégias de venda

Novos arranjos do espaço físico deverão ser pensados, de maneira a garantir o distanciamento social dentro das lojas.

Estratégias de venda que otimizem a experiência de compra e diminuam o tempo de exposição dos clientes ao risco de contaminação também deverão ser adotadas pelas empresas. O serviço de “retira em loja” tende a ganhar mais espaço.

 

Tendência pós pandemia #3: a nova realidade dos restaurantes e bares

Os bares e restaurantes no pós-pandemia serão bem diferentes daquilo que conhecemos. Isso porque esses espaços terão que obedecer a uma série de recomendações.

Entre elas, podemos mencionar a limitação da capacidade, o distanciamento entre as mesas, e a constante higienização de talheres e outros utensílios.

Ainda assim, a tendência é que o movimento seja bem inferior ao que ocorria antes da pandemia, o que pode continuar gerando uma onda de falências.

Nesse contexto, uma tendência que já vinha ganhando espaço tende a se tornar ainda mais forte: os restaurantes que funcionam apenas com entrega.

 

Tendência pós pandemia #4: o mercado de trabalho pós-pandemia

Outra tendência que já despontava no horizonte, mas que foi impulsionada pela pandemia, é o trabalho remoto. Sim, o famoso home office tende a se estabelecer como realidade daqui para frente.

Segundo uma pesquisa realizada pela FGV, pelo menos 30% das empresas têm planos de manter postos de trabalho em home office depois da pandemia.

Há, ainda, um outro estudo, realizado pela Fundação Dom Cabral, que aponta as vantagens do trabalho nesse novo formato.

De acordo com ele, 38% dos profissionais entrevistados que atuam em ambiente de trabalho remoto conseguem obter os mesmos resultados que alcançam em seus locais de trabalho nas sedes das empresas.

Já as empresas, atentando para o futuro que já bate à porta, já se mostram muito mais simpáticas à ideia do home office. E isso é verificável na quantidade de vagas de trabalho remoto abertas nos últimos meses. Assim, esta mudança se torna cada vez mais comum.

 

Tendência pós pandemia #5: a cultura em tempos de pandemia

A maneira de consumir arte e cultura na pandemia é uma tendência que ninguém ousa negar, mas sim aceitar.

As lives se proliferaram nas redes sociais e os artistas aproveitaram o momento para fazer lançamentos em plataformas de streaming.

Estas últimas, segundo informações da Nielsen, tiveram um crescimento de 66% desde o anúncio da pandemia, em 11 de março de 2020.

Nesse sentido, o caso da Netflix é exemplar. Somente de nos quatro primeiros meses de 2020, a plataforma ganhou 16 milhões de novos assinantes.

Ademais, as mudanças provocadas pela pandemia também alteraram os planos de artistas de maior público e com agendas de shows mais corridas.

Alguns desses artistas já admitem terem planos para continuarem com shows transmitidos via redes sociais, diminuindo o número de shows presenciais.

 

Mudanças pós pandemia

 

Pós-pandemia: um momento de mudanças profundas

Embora possamos afirmar que mudanças radicais estão por vir, o novo mundo que nos aguarda ainda é uma incógnita. De fato, não há como saber quais serão as reais consequências desse momento ímpar na história da humanidade.

O que sabemos, com certeza, é que as novas tendências do pós-pandemia que apontamos nesse artigo já se deixam ver no horizonte. Logo, elas farão parte da nossa vida cotidiana.

 

E você, o que espera do mundo depois da pandemia do novo coronavírus? Deixe seu comentário!

deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.

Política de Privacidade
           Associado Abrahosting

Contatos

Métodos de pagamento

               Cartões de crédito